in

A transformação digital vai muito além da adoção de novas tecnologias

A cobrança do mercado e alta concorrência causada pela transformação digital dos negócios vem tirando o sono de muitos profissionais e donos de empresas, principalmente aquelas que já estão há muito tempo no mercado.

O fato é que os negócios nativos digitais e as famosas startups, vieram para inovar não somente com novas tecnologias, mas sim com uma cultura orientada ao cliente e uma forma de trabalhar e pensar totalmente diferente da conservadora.

E quem não se adaptar nessa nova realidade ficará como segunda opção para os consumidores que estão procurando cada dia mais praticidade e imediatismo para resolver seus problemas, principalmente agora em que estamos mais digitais do que nunca!

Se você está lendo esse artigo acredito que já tenha em mente que quer aplicar a transformação digital na sua empresa, mas provavelmente não sabe por onde começar e como executá-la de forma completa. Continue acompanhando esse texto que vamos te explicar!

O que é transformação digital?

Transformação digital é uma estratégia usada pelas empresas para adotar não somente tecnologia de ponta a ponta, mas também fazer a reestruturação dos processos e uma mudança cultural de forma integral, envolvendo clientes internos e externos.

Fazendo uma análise do conceito dessa tendência podemos perceber que a transformação digital não é somente sobre tecnologia. Implementar essa alteração é um ato de mudança de pensamento que começa na liderança e vai passando por todos os departamentos do negócio.

Isso acontece por ao adotar uma estratégia disruptiva, é normal que os colaboradores se deparem com o desafio de implementar práticas que nunca foram feitas e não se sintam muito confortáveis com as novidades, por isso, ao trabalhar também a cultura empresarial, é possível trazer mais tranquilidade e preparo para esses profissionais que terão novas funções em seus cargos.

Por isso, o incentivo à inovação e aos novos modelos de negócios, incorporando a digitalização de ativos e um aumento no uso de tecnologia para melhorar a experiência de todos, precisa ser iniciado e influenciado pelos líderes da organização.

Qual a importância da transformação digital nas empresas?

Uma empresa pode assumir a transformação digital por vários motivos. Mas, de longe, a razão mais provável é que eles precisam: afinal, esse é um problema de sobrevivência para muitos. Os negócios não se transformam por opção, eles sabem que é uma mudança de risco. As empresas passam por transformações quando estão com dificuldade de evoluir. 

De acordo com a Forbes, 70% das organizações tem uma estratégia de transformação digital ou estão trabalhando para isso, no entanto, 55% das empresas que ainda não adotaram essa estratégia acreditam que têm menos de um ano para começarem a perder participação no mercado. Portanto, é importante frisar que ao implementá-la é preciso ter em mente que esse será um investimento a longo prazo e é necessário iniciar o quanto antes.

Essa pressa pela mudança não se deve somente pelo medo de não conseguir avançar nas inovações, mas também pela pressão dos consumidores para que as empresas ofereçam soluções cada dia mais digitais e que possam resolver seus problemas de forma clara e rápida.

Esse fator vem muito de encontro com a melhoria contínua da experiência do cliente e com colocá-lo no centro das ações executadas, sempre pensando nele em primeiro lugar. Afinal, nessa corrida ganha quem agregar mais valor para o público primeiro.

Quais os benefícios da transformação digital?

Existem muitos benefícios em realizar uma transformação digital com resultados tanto internos quanto externos. Se essa mudança for feita da forma correta é possível ter muito sucesso a partir de boas práticas digitais.

Desses benefícios se destacam:

  • a transformação da experiência do cliente para uma entrega que realmente gera valor e encantamento, trazendo uma maior fidelidade;
  • conduzir insights baseados em dados e assim aumentar a probabilidade de tomar decisões mais acertadas;
  • uma maior união e convergência digital, na qual todos os departamentos estarão alinhados, com uma forte cultura empresarial, permitindo uma transição bem-sucedida e confiante;
  • aumento da agilidade, capacidade de melhorar e desenvolver inovações contínuas e rápidas, principalmente em relação aos processos digitais;
  • melhoria das habilidades e ampliação dos conhecimentos de tecnologia das equipes;
  • consolidação de processos e operações a partir de um melhor gerenciamento de projetos.

Não existem dúvidas que se tornar digital traz inúmeras vantagens para uma empresa, mas iniciar uma mudança em uma empresa tradicional não é fácil. Portanto, como iniciar?

Como iniciar uma transformação digital?

Embora a transformação digital varie amplamente com base nos desafios e demandas específicas da organização, existem algumas constantes e temas comuns entre os estudos de caso existentes que dizem o que todos os líderes de negócios e tecnologia devem considerar ao iniciar a transformação digital.

Por exemplo, esses elementos de transformação digital são frequentemente citados:

Experiência do cliente

É possível aumentar a satisfação do cliente por meio de uma experiência aprimorada e comunicação de engajamento e encantamento. E para que isso ocorra, todos da empresa precisam colocar em mente que o consumidor sempre virá em primeiro lugar e estará no centro de todas as estratégias dos processos digitais.

Ao aproveitar as ferramentas digitais, você pode ativar o suporte omnichannel, permitindo que os clientes entrem em contato por telefone, chat ao vivo no site, email, aplicativo móvel ou através de um fórum de suporte. Ao manter tudo digital, as empresas podem fornecer vários pontos de contato, rastrear interações e facilitar o acompanhamento e a coleta de feedback dos clientes.

Assim os consumidores não apenas obtêm o benefício de acessar serviços pelo canal preferido, mas as empresas também podem sugerir outras ofertas, produtos ou serviços relacionados usando os dados preferenciais das suas contas de perfil.

Agilidade operacional

As pessoas querem soluções valiosas para seus problemas e elas querem rápido. Chamamos isso de cultura do imediatismo.

Nisso, o principal da transformação digital precisa ser usar tecnologia de ponta para melhorar a experiência do cliente. De acordo com McKinsey, os fatores de sucesso na experiência do cliente no processo de transformação são:

  • Projetar e digitalizar jornadas de clientes;
  • Aumentar a velocidade e a agilidade nas informações;
  • Conseguir a adoção pelo cliente de jornadas digitais;
  • Desenvolver agilidade na entrega de transformações de jornada.

Cultura e liderança

A mudança ocorre em todos os níveis durante uma transformação digital, especialmente quando se trata de liderança. Uma pesquisa da McKinsey revelou que 70% dos entrevistados dizem que as principais equipes de suas organizações mudaram durante a transformação – geralmente quando novos líderes familiarizados com as tecnologias digitais se juntaram à equipe de gerenciamento.

De fato, adicionar esse líder é uma das chaves para o sucesso da transformação. O mesmo acontece com o envolvimento de funções específicas da transformação como a união entre equipes que jamais haviam trabalhados juntas.

Outra chave para o sucesso é o compromisso de liderança. Quando as pessoas que ocupam cargos-chave estão mais envolvidas em uma transformação digital e lideram suas equipes pelo exemplo, o sucesso de uma transformação é mais provável.

Nesse contexto, a cultura voltada para a inovação e para o cliente no centro da estratégia é essencial. Dessa forma, fica claro para todos os colaboradores quais o objetivos dos projetos digitais e o caminho que a empresa tomará para conquistá-lo. Assim, todos se sentirão envolvidos no processo.

Capacitação da força de trabalho

O desenvolvimento de talentos e habilidades em toda a organização é um dos fatores mais importantes para o sucesso em um esforço de mudança digital.

Para isso é importante mostrar para as equipes novas maneiras de realizarem seu trabalho, envolvendo-os com clareza nos objetivos e garantindo para eles que serão peça-chave para a mudança.

Portanto, o sucesso depende dos líderes para incentivar os funcionários a desafiar as antigas formas de trabalhar e dar ferramentas como treinamentos e cursos para capacitá-los.

Integração de tecnologia digital

Para que as organizações capacitem os funcionários a trabalharem de novas maneiras, as ferramentas e plataformas digitais precisam estar bem integradas para um novo método organizacional. Existem algumas atitudes que as empresas podem tomar para obter sucesso na integração de tecnologia digital:

  • adotar ferramentas digitais para tornar as informações mais acessíveis em toda a organização;
  • implementar tecnologias digitais de autoatendimento para funcionários e clientes;
  • usar diferentes canais do mix marketing para interação com os clientes;
  • dar preferência para plataformas que tem capacidade de integração entre si e ofereçam insights e possibilidades de customização;
  • fazer tomada de decisões com base em dados.

Quais são as tendências da transformação digital?

Esse é o ano das iniciativas digitais. As organizações que continuarem subestimando a necessidade de mudança de cultura precisarão fazer por sua própria conta e risco, assumindo o tempo que demorarão para aplicá-la.

Separamos as 5 principais tendências de transformação digital que os líderes de negócios e de TI devem conhecer em 2020:

1. Privacidade e organização dos dados

O big data está prestes a ficar ainda maior. A quantidade de dados que precisa ser armazenada dobra a cada seis meses e está cada vez mais em formatos não estruturados que dificultam a integração e a síntese em algo significativo, seja sensores, dados móveis, voz, entre outros.

O armazenamento feito de forma barata torna possível a coleta massiva de dados, mas não é recomendado. Além disso, novos regulamentos como o GDPR exigem um gerenciamento de dados mais cuidadoso.

Sem o planejamento e o gerenciamento adequados dos fluxos de dados, vários problemas de acessibilidade e privacidade podem aparecer.

2. Inteligência artificial

Depois que todos esses dados são reunidos é preciso saber como analisá-los e aplicá-los de maneira correta para que eles nos ofereçam insights valiosos. A Inteligência artificial será a chave para fornecer resultados direcionados para a transformação digital.

Nos últimos anos os algoritmos de aprendizado de máquina amadureceram e se expandiram. Nesse contexto, os líderes de TI devem incorporá-los à sua estratégia de análise de dados orientada aos negócios, sintetizando e apresentando de maneira mais rápida e eficaz as ideias coletadas das enormes quantidades de dados corporativos, gerando uma vantagem competitiva de pioneirismo.

O aprendizado de máquina e a IA também podem ser aproveitados dentro dos paradigmas modernos da arquitetura de dados para automatizar e erradicar o problema de governança de dados – da agregação e limpeza até a extração em um formato pronto para análise.

3. Trabalho remoto

A realidade causada por conta da crise do novo coronavírus e o isolamento social, nos mostrou o quanto o trabalho remoto pode ser de grande proveito.

Muitas empresas que nunca deram essa oportunidade dos colaboradores trabalharem em casa foram obrigadas a se transformarem em relação à cultura.

Esse rompimento no contato pessoal forçou os gestores a criarem soluções ainda mais digitais para aproximar não só o cliente externo como o cliente interno. Além disso, as empresas precisam competir com a enxurrada de dados que as pessoas estão recebendo diariamente e tentar impactar e trazer um valor para os consumidores, mesmo que para isso ela precise. mudar totalmente o seu modelo de negócios.

4. Expansão da nuvem

À medida que as empresas buscam aproveitar a eficiência e a escala dos serviços em nuvem, elas otimizam seus gastos e reduzem os tempos de ciclo para permitir mais inovação.

Além disso, os provedores de serviços em nuvem vêm desenvolvendo recursos inteligentes de automação e serviço em análises, IA e aprendizado de máquina para envolver o cliente. Isso permite que as empresas acelerem a adoção desses recursos e gerem valor rapidamente.

5. Inovação insight-first

Infelizmente, muitas iniciativas digitais iniciais foram soluções reativas a uma necessidade momentânea. Neste momento, no entanto, faz mais sentido dar um passo atrás no início de novos projetos para garantir que eles ofereçam o máximo valor.

A inovação ‘Insight-first’ concentra-se não apenas na solução da necessidade imediata, mas também na maximização do potencial a longo prazo dos dados organizacionais.

Ao criar intencionalmente a captura de dados, todas as iniciativas digitais apresentam uma oportunidade para melhorar e democratizar a inteligência comercial em toda a empresa.

Bônus: case de sucesso

Um case de sucesso muito conhecido é o do Magazine Luiza. Essa empresa começou a sua revolução digital quando em 2011 criou o Luiza Labs, hub de inovação com mais de 500 pessoas responsáveis por melhorar a experiência dos colaboradores e clientes.

Com isso, a empresa começou seu sucesso a partir de projetos de digitalização com aplicativos, criação de inteligência artificial, desenvolvimento de plataformas digitais e integração dos serviços com as redes sociais. Um dos maiores exemplos é a Lu, personagem digital que representa a cara da marca e traz um bom retorno de marketing.

Além disso, o lançamento do marketplace em 2017 expandiu os horizontes para o Magazine Luiza ao oferecer uma alternativa para os empreendedores que gostariam de vender seus produtos no site e aplicativo de uma renomada empresa.

Hoje podemos dizer que a Magazine Luiza não é somente uma empresa varejista, mas sim um negócio de tecnologia e um exemplo de cultura empresarial que foi bem recebida pelos seus colaboradores. Afinal, seus gestores sempre lideraram pelo exemplo e mostraram a importância da inovação.

Todas essas atividades foram cruciais para que o valor das ações da empresa aumentassem 4.500% durante o período de três anos (2016 a 2019), segundo a Economatica.

A lição que podemos ter desse case é que a Magazine Luiza é uma empresa que vem há anos investindo em iniciativas digitais para realizar experimentos, mas foi o seu olhar de colocar o cliente no centro que trouxe o seu sucesso de negócio.
Gostou desse conteúdo e quer aprender mais sobre outras inovações empresariais? Acesse o evento online Corporate Innovation Summit e assista a palestras, aulas e cases de renomados especialistas, executivos, diretores e CEOs sobre o universo corporativo e como as grandes empresas podem inovar.

Fonte: Distrito

Rapaduratech

Escrito por Rapaduratech