in ,

Feira da música acontece entre 14 e 17 de fevereiro conectando o universo da música a cultura digital

A proposta da Feira da Música é convergente com a transformação digital e as oportunidades de mercado. Além da cultura digital e dos já conhecidos shows e festas, a programação agregará ações e encontros que destaca a mulher, a negritude e periferia.

Aos 18 anos de trajetória, a Feira retorna com proposta totalmente conectada no espírito do tempo, com olhar quântico nas oportunidades e tecnologias de colaboração em rede. No período de 14 a 17 de fevereiro, músicos, produtores, midialivristas, desenvolvedores, designers gráficos, UX designers, cientistas de dados e outras figuras do hackerismo são convidados para uma experiência disruptiva de pensar e agir juntos na transformação da cultura digital na música.

Em 2019, a Feira está sendo hackeada por todos esses agentes que embarcam juntos neste desafio, estabelecendo uma relação de colaboração, construção e criação. O conhecimento, os negócios e a difusão são nossos pilares principais, ajustados agora com o realidade  digital.

A feira conta com 3 espaços, Zona de Propulsão, Campos de Força e Interfaces de Conversação. Todos feitos para pensar, impulsionar e facilitar a geração de idéias e negócios entre gestores, startups, músicos, parceiros da indústria das tecnologias digitais de informação e comunicação.

Essa frenética e criativa Zona de Propulsão será organizada com as Cápsulas StartupMúsica, HackaTom e GameJam em 03 (três) metodologias a serem implementadas por equipes, no mesmo espaço, criando uma experiência imersiva e disruptiva de colaboração entre os participantes e mentores, durante 72 horas de programação contínua. Os interessados em participar desta ação deverão inscrever-se gratuitamente através de formulário online a ser divulgado no site e redes sociais do evento.

Para manter esse time todo animado, inspirado e conectado, a Feira apresenta na programação a DisruptvFest, com muita música e ambientes turbinados para entrar madrugada adentro em dois momentos: Game Party e Cripto Festa.

Entre bytes e notas musicais, nossos palcos viram Campos de Força que valorizam o lado difusor da Feira e se apresentam como vozes e não vitrine. Inspirada na diversidade musical e na pluralidade, os palcos TransFeira, Mineração de Asteróides e Acelerador de Partículas colocam luz nas mulheres, na negritude e na periferia. As apresentações ocorrerão nos dois Anfiteatros do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e no Porto Dragão.

Para fortalecer o conhecimento, a nossa Interface de Conversação envolve diálogos, oficinas, bate-papos, encontros importantes para reciclar, construir, ajustar. Aqui, frentes como o  Poder de Fusão, as Redes Inteligentes e a Coleta de Energia compõem a programação da Interface de forma integrada e estratégica.

O Poder de Fusão busca dialogar sobre o potencial da transformação digital para institucionalizar a colaboração em rede como forma de governança do bem comum e conta com pautas específicas: o Fórum de Políticas Digitais, que pautará assuntos como Infraestrutura e Padrões Abertos, Dados e Identidade, Sistemas e Plataformas, Interfaces e Aplicativos e a Mostra de Soluções, públicas e privadas, onde serão apresentados cases de tecnologias digitais aplicadas ao interesse público.

Enquanto a Coleta de Energia contempla as oficinas do evento, as Redes Inteligentes promovem encontros importantes e urgentes que conectam atores dos diversos mundos envolvidos na Feira, formadas pelo Encontrão Hacker, o Encontro da Música e o Encontro Ninja. Tudo a ver com a idéia de convergir, agregar, somar para construir de forma colaborativa o cenário da música.

A programação da Feira da Música é gratuita, com tudo conectado e interligado para gerar relacionamentos, soluções e novos produtos. O futuro é agora e nós somos protagonistas dessa mudança real e virtual.

SOBRE A FEIRA

Reconhecida como espaço de fruição da música independente por agentes e músicos em todo o território nacional, lugar de encontros de ideias, experiências, prospecções e negócios, a Feira é realizada desde 2002 pela Associação dos Produtores de Cultura do Ceará (PRODISC). Objetiva ampliar conexões e desenvolver ações estratégicas para o setor, apresentando-se como espaço de convergência de interesses de forma democrática e criativa. Aos 18 anos, entra em uma fase mais digital, conectada, buscando sintonizar-se às tendências de mercado do mundo da música.

SERVIÇO

Feira da Música

Data: 14 a 17 de fevereiro

Local: Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura

Programação gratuita a ser divulgada em breve

Contatos para imprensa:

Maíra Suspiro – 98531.7281

Isabel Gomes – 98211.6830 / 98830.6830 (wpp)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…