A corrida das Big Techs para alcançar o topo do Metaverso

 A corrida das Big Techs para alcançar o topo do Metaverso

(Imagem: Thiago Pontes/Ilustração)

O metaverso é um hype ou uma realidade? Difícil dizer com precisão, porém, o que sabemos com certeza é que essa nova tecnologia – assim podemos dizer – está no radar das maiores empresas de tecnologia do mundo, as famosas bigtechs. Isso leva a um possível movimento nítido em busca de um objetivo em comum: tornar-se a maior empresa do metaverso

E temos uma competição super acirrada, o Facebook até mudou de nome para Meta visando um novo futuro. Mas será que é a empresa de Mark Zuckerberg que detém a ponta? Hora de descobrir. 

Breve resumo do que é metaverso

Ainda não entendeu o que é metaverso? Vamos fazer um breve resumo. Se você é um usuário da internet desde o começo dos anos 2000 deve se lembrar de um jogo chamado Second Life – para os mais novos, o The Sims pode ser o exemplo, porém sem toda a estrutura do anterior . Lançado em 2003, o jogo virou febre, principalmente lá fora, e era nada mais do que uma maneira de “viver” e socializar com pessoas que não estavam fisicamente próximas.

Assim podemos resumir o metaverso, como um universo virtual onde pessoas irão interagir entre si por meio de avatares. Uma nova internet, agora no formato 3D e mais próxima dos olhos já que a ideia é utilizar realidade virtual e aumentada, além de outras como, redes sociais, criptomoedas, etc.

A principal intenção é reproduzir aspectos da vida real no mundo virtual. Nas palavras de Mark Zuckerberg: “Você será capaz de fazer quase tudo que possa imaginar – reunir-se com amigos e família, trabalhar, aprender, brincar, fazer compras, criar –, bem como experiências completamente novas que realmente não se encaixam na forma como pensamos sobre computadores ou telefones hoje”. 

Empresas que largaram na frente dentro do metaverso

Nike

A Nike tem sido uma participante bem presente no metaverso. Apesar de não estar sempre nos holofotes, tem feito algumas inserções bem interessantes. Dentre elas é possível citar a Nikeland – um mundo 100% digital dentro do jogo Roblox. “A Nike criou este mundo sob medida com o pano de fundo de sua sede mundial e dentro do espaço 3D da Roblox, com base em seu objetivo de transformar o esporte e a diversão em estilo de vida”, disse a empresa em comunicado oficial.

Para completar, ainda em 2021, a empresa esportiva comprou a Artifact Studios (RTFKT), uma startup especializada em criação de tênis e artefatos digitais – as famosas NFTs. A ideia é expandir o metaverso e trazer os amantes de modas e jogos para um só lugar.

Meta

Conhecida como Facebook, a Meta busca fervorosamente a ponta dessa corrida dentro do metaverso. Apesar de não apoiar-se em grandes anúncios o tempo todo, a empresa mostrou muito do que pretende fazer com essa nova tecnologia. No vídeo, apresentado por seu CEO e Cofundador, é possível visualizar.  

(Imagem: Meta/Divulgação)

Mark Zuckerberg é um entusiasta da “nova internet” e quer ser o primeiro em tudo no que se diz respeito ao assunto. Não à toa a empresa fez diversas promessas e já possui várias tecnologias que serão necessárias para implementar seu metaverso. Uma delas é uma empresa do grupo chamada Oculus – especializada em realidade virtual – em palavras do próprio Zuckerberg, levará anos para alcançar tudo o que foi planejado. 

O que nos resta é esperar e ver o que a Meta tem a oferecer nesta nova internet. Ainda mais depois de seu principal produto, o Facebook, ter perdido espaço para as novas redes sociais, mais especificamente o Tik Tok.

Fortnite

Aqui temos um dos maiores exemplos de metaverso já visto nos últimos anos. O Fortnite – revelado pela empresa Epic Games em 2011 e lançado apenas em 2017 – é o que podemos chamar de sucesso na criação de um universo único. São mais de 350 milhões de usuários, sendo 3,5 bilhões de horas de jogo, e contando.

Além de grandes parcerias com diversas marcas, dentre elas a grife italiana Balenciaga, que em 2021 lançou uma loja 100% digital onde jogadores poderiam experimentar as roupas da marca em seus personagens. O jogo também já foi palco de grandes shows, como do rapper norte-americano, Travis Scott. Ocorrido no começo de 2020, o espetáculo dentro do metaverso de Fortnite reuniu cerca de 28 milhões de pessoas – 8 vezes maior do que a apresentação de Rod Stewart em Copacabana. Sendo considerado o maior show da história da humanidade com 3,5 milhões de pessoas nas areias da praia. 

Heineken

Apesar de novidade e não ser a primeira cervejaria a adentrar ao metaverso, a Heineken trouxe uma nova “diversão” para o mesmo. A empresa holandesa apresentou a primeira cerveja virtualconhecida como Heineken Silver, notícia que foi dada na nossa newsletter o Rapadura News –, e pode ser encontrada em uma cervejaria virtual na Decentraland.

O lançamento rolou durante uma conferência na Decentraland e contou com jornalistas, danças, bares, petiscos virtuais e o embaixador da marca, ninguém mais que o jogador de futebol francês, Thierry Henry, tudo através de avatares.

Onde o metaverso irá nos levar?

Nos últimos anos tivemos uma experiência traumática em relação a estar em casa e conviver mais com o digital. Porém, hoje temos a chance de enxergar como a internet pode ser algo mais, além do entretenimento. Muitas profissões foram criadas graças à internet, tornando a Economia Digital ainda mais evidente. 

Dentro disso é possível entender melhor como o metaverso pode nos ajudar. É estranho pensar que teremos que utilizar realidade virtual e aumentada para interagir, porém isso é parte de uma grande vontade de conectar o mundo ainda mais. Nada substitui a experiência presencial.

As possibilidades são infinitas e podem nos levar a um novo estilo de vida. Entretanto, nada é para hoje, o metaverso pode demorar para se inserir de vez na vida humana, na verdade, ele é nada mais do que uma aposta das big techs. Até lá temos um longo caminho a ser percorrido.

Rapadura News

Cadastre-se e receba, todas às sextas, um resumo do que foi destaque na semana sobre Tecnologia, Empreendedorismo e Negócios.

Flávio Carneiro

Engenheiro de Computação apaixonado por Tecnologia e Rapadura desde criança, uniu os dois e criou o Rapadura Tech para fomentar o ecossistema de empreendedorismo e tecnologia. Atualmente lidera um time de desenvolvimento e marketing no Insight Lab. É usuário ativo do Telegram e entusiasta de Inovações e Marketing Digital.

Posts relacionados

Newsletter

Rapadura Tech

Cadastre-se e receba, todas às sextas, um resumo do que foi destaque na semana sobre Tecnologia, Empreendedorismo e Negócios.