in , ,

Executivos desenvolvem hub de conexões para trocar informações e experiências entre empreendedores e seus negócios

A Confraria do Empreendedor é uma comunidade criada para potencializar o empreendedorismo por meio da diversidade de perfis e negócios, conexão qualificada, compartilhamento de aprendizados e colaboração que aceleram o crescimento individual, coletivo e por consequência os negócios e sociedade. Por acreditar que a colaboração é a principal alavanca de transformação do ecossistema de inovação, a Confra, como é chamada por seus membros, foi fundada por André Mainart, Diogo Garcia e Natalia Lazarini em 2016.

O hub que nasceu de uma conversa informal abordava os desafios de empreender e como essa jornada, por vezes, pode ser solitária. Daí nasceu a proposta de unir empresários para a troca de experiências e compartilhamento de soluções. Segundo os fundadores e os membros da Confra a maior vantagem da iniciativa é a possibilidade de estar conectado com uma das comunidades, de empreendedores, mais colaborativas do país. Entre os representantes locais estão a Rapadura Valley, representante do Ceará, o Vale do Dendê, representando a Bahia, além de empreendedores de startups, pequenos e médios empreendedores de outros estados do Nordeste.

“A Confra conta com empreendedores de todo o país e pretendemos contar com mais membros cearenses na comunidade, pois entendemos que existem muitas startups com alto potencial de crescimento no Estado. Por meio da nossa plataforma podemos apoiá-los como também receber apoio ”, comenta André Mainart, um dos cofundadores da Confra.

Mesmo com a pandemia os confrades, como costumam se chamar, realizaram o Confra Virtual Experience, happy hour online com direito a pitch que reuniu empreendedores de diversas localidades do país.

“A Confra é uma grande potencializadora de parcerias de diferentes formatos. Vemos que a maturidade dos programas nas grandes empresas relacionados à Inovação Aberta e Corporate Venture tem gerado também resultados expressivos com startups. Já realizamos iniciativas que conectam os dois mundos e o resultado foi sensacional”. Diz Mainart.

O executivo e um dos cofundadores da plataforma, André Mainart, salienta a importância das trocas e suportes para ampliar as possibilidades de negócios (foto: Divulgação)

A Confra tem três pilares base: a gestão de comunidade, curadoria de conhecimento e conexão com ecossistemas. Esses pilares se concretizam nos grupos que se conectam diariamente assim como nos encontros focados em compartilhar conhecimento e networking em diversos formatos que vão do virtual ao presencial, nos principais locais e empresas que movimentam este tema no Brasil. Existem também alguns grupos segmentados por temas de interesse que fomentam conexões mais fortes e promovem o bem-estar destes profissionais que tendem ter uma rotina de trabalho bem intensa.

Alguns exemplos são: o ConfraSocial, que estimula a conexão e apoio a organizações sociais; o ConfraOm, que conta com práticas de mindfulness, yoga, meditação e dicas para bem-estar; o ConfraChef, que promove eventos gastronômicos, dentre outras subcomunidades criadas com diferentes temas.

Para André Mainart, o ConfraSocial, por exemplo, tem um dever social que, em princípio, qualquer negócio deveria ter para com a comunidade onde está inserido, reunindo projetos e iniciativas de apoio à ela. “Diversos projetos ganharam apoio dentro da organização entre eles: Beleza de Mãos Dadas, que ajuda manicures periféricas; o Veve  que é uma plataforma de consultas gratuitas via telemedicina; além do G10Favelas,  que combate os efeitos da Covid-19 em diversas favelas no país”, enumera Mainart.

Juntos, somos melhores.

Mas não é só isso, a Confraria também se estabelece com uma ponte no engajamento entre startups e grandes empresas.  A cofundadora e gestora da Confra, Natália Lazarini afirma que o fluxo está cada vez maior e envolvem diferentes perfis que se conectam com o ecossistema empreendedor para diversas finalidades. “A Confraria é uma iniciativa plural que tem grandes empresários, investidores, executivos, além de pequenos empresários com espaço e voz ativa”, comemora Lazarini, que afirma que para transformar o mundo do empreendedorismo é preciso ficar antenado às transformações e à inovação.

Um dos confrades da região nordeste, Flavio Carneiro, do Rapadura Tech acredita que a Confraria do Empreendedor é muito importante para a jornada empreendedora pelo apoio que proporciona aos seus membros e pela qualidade de valor que agrega. “A Confraria proporciona muitas conexões, possibilidades de parcerias e novos negócios. A colaboração ocorre da maneira mais genuína possível. Todos se ajudam e abrem caminhos para te conectar com quem você precisar. A participação da Confra no nosso ecossistema impulsiona os negócios e startups permitindo que se alcancem voos muito maiores”. Afirma Carneiro.

A Confraria do Empreendedor conta com mais de mil empreendedores que são agentes de transformação. Juntos colaboram com o propósito Confra de conectar e colaborar com o crescimento um do outro, além de estimular a conexão genuína entre empreendedores de perfis diversificados. Para participar e saber mais das iniciativas, basta entrar no site da Confraria: www.confra.cc e preencher um formulário de inscrição. O critério de seleção é com base no quê o empreendedor pode agregar para a comunidade em termos de experiência e conhecimento e qual tipo de apoio precisa no momento.

Rapaduratech

Escrito por Rapaduratech