HubLocal investirá R$10 milhões com nova rodada de captação de recursos Série A para escalabilidade e expansão internacional

 HubLocal investirá R$10 milhões com nova rodada de captação de recursos Série A para escalabilidade e expansão internacional

Startup impacta  a presença digital das empresas com plataforma que conecta a potenciais clientes nos mapas e listas da internet.

A startup HubLocal, fundada em 2019, por Felipe Caezar e Rodrigo Coifman, que atua conectando empresas com potenciais clientes, com uma solução tecnológica integrada aos principais mapas e listas na internet, investirá R$10 milhões, nos próximos dois anos, para ganhar escalabilidade e expansão internacional.

O recurso, que está sendo viabilizado através de rodada Série A, será utilizado para  contratar até 2023 em torno de 200 novos colaboradores, além de investir em  inovação, pesquisa e desenvolvimento tecnológico, ampliando a atuação da HubLocal para outros países da Europa e América Latina.

Entre os principais clientes estão: Google, McDonald ‘s, Rede D’or São Luiz e Pague Menos, que são destaques no portfólio de mais de 2000 empresas atendidas pela startup.

De acordo com Felipe Caezar, CEO da HubLocal, a empresa superou todas as expectativas de crescimento no curto e médio prazo na carteira de assinantes pagos, além disso, em pouco mais de dois anos atingiu um valuation de R$50 milhões, sendo uma das startups mais promissoras do país, segundo o Startup Awards de 2020 da Associação Brasileira de Startups (Abstartups). “Temos como objetivo ser uma das mais relevantes soluções de tecnologia para o marketing digital e geração de negócios pela internet do Brasil”, diz o CEO.

A HubLocal que está com faturamento anual de aproximadamente R$4 milhões tem projeto para  aumentar em dez vezes esse número até 2023.

“Nossa plataforma faz estabelecimentos serem mais facilmente encontrados por seus produtos ou serviços em todas as buscas por localização , gerando visibilidade e novas oportunidades para os negócios, impactando mesmo em tempos de  isolamento social por conta da pandemia. Crescemos mais de 1000% em curto período de tempo  e ainda temos um mercado quase infinito pela frente”, finaliza o executivo.

Redação

Posts relacionados