Adequação à LGPD: de obrigação legal à estratégia de mercado

Adequação à LGPD: de obrigação legal à estratégia de mercado

Em 2020, por conta da pandemia, muitas empresas passaram por uma transformação digital forçada pela necessidade de sobrevivência de mercado. Aquelas que não o fizeram infelizmente sucumbiram.  

Nesse mesmo ano entrou em vigor a LGPD — lei criada em 2018, visando proteger os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade dos indivíduos — e nasceu a Privacy Tools, a primeira startup a desenvolver soluções tecnológicas voltadas ao cumprimento das obrigações decorrentes das legislações de proteção de dados, tais como LGPD e GDPR (lei de proteção de dados pessoais européia).

A princípio, a renovação provocada pela pandemia se mostrou tão complexa e desafiadora quanto às adequações à LGPD. Contudo, a plataforma da Privacy Tools foi criada para ajudar as empresas a desmistificar isso.

Como adequar e inovar com o apoio de soluções no mercado 

A Privacy Tools disponibiliza soluções que podem ser utilizadas em diferentes segmentos do mercado, visando dar celeridade às empresas que necessitam estar em conformidade com a lei e garantir a privacidade dos titulares.

Dentre as suas soluções, há módulos que incluem serviços relacionados ao mapeamento de dados com a geração de inventários, além de análise e identificação de riscos, gestão de consentimento, políticas e cookies. Cabe destacar que os registros feitos na plataforma são armazenados em uma blockchain, garantindo segurança e imutabilidade no gerenciamento de privacidade.

É importante salientar que, embora a adequação seja considerada por muitos “apenas” como uma obrigatoriedade legal, na verdade se trata de uma grande oportunidade de diferenciação no mercado. 

De boa prática à estratégia de mercado

Embora não haja um selo de conformidade, é fácil identificar uma empresa que esteja em compliance com a Lei, e isso se evidencia através de documentos decorrentes da implantação de boas práticas de governança e segurança da informação, tais como: políticas de privacidade interna e externa, termos de uso, canal do titular, dentre outros.

Convém mencionar que a proteção de dados é consequência de uma evolução mundial, e tendo em vista que ela passou de uma boa prática de mercado para um direito fundamental e uma obrigação legal, à medida que a população estiver mais consciente desse fato e de seus direitos, as empresas ao se adequarem se mostrarão mais confiáveis e responsáveis, e certamente encontrarão neste investimento um grande diferencial competitivo.

Rapadura News

Cadastre-se e receba, todas às sextas, um resumo do que foi destaque na semana sobre Tecnologia, Empreendedorismo e Negócios.

Luana Pinheiro

Fundadora da Consultraining Consultoria e Treinamentos que ama empreender. Vê a vida como um constante aprendizado e procura disseminar conhecimento por onde passa. Tem atuado nas áreas de Gestão, Tecnologia e Direito, e esse misto de áreas tem possibilitado uma contribuição muito positiva em sua vida profissional. Ela já tem quase 20 anos de experiência profissional em Licitações e Contratos, Gestão de Projetos e, atualmente, LGPD. Por isso, acredita que seria um desperdício tanto conhecimento acumulado sem ser compartilhado.

Posts relacionados

Newsletter

Rapadura Tech

Cadastre-se e receba, todas às sextas, um resumo do que foi destaque na semana sobre Tecnologia, Empreendedorismo e Negócios.