Natal solidário: Rapadura Valley doa mais de 70 cestas básicas a comunidades carentes de Fortaleza

 Natal solidário: Rapadura Valley doa mais de 70 cestas básicas a comunidades carentes de Fortaleza

Natal é tempo de demonstrar solidariedade, caridade e amor, já diria Charles Dickens. E foi assim que a comunidade Rapadura Valley agiu, transformando essa época tão simbólica em alegria para quem mais precisa.

Ao todo foram 72 cestas básicas doadas para duas comunidades e um projeto social com sede em Fortaleza. A arrecadação começou no grupo de forma online, com 47 doadores, somando o total de R$ 3.670, que foi convertido em alimentos.

A entrega foi feita no dia 29 de dezembro, contando com a presença de alguns voluntários que integram o Rapadura Valley. Um deles foi Flávio Carneiro, que comanda aqui o Rapadura Tech. “É muito importante ter essa atitude nesse cenário econômico desfavorável, que já é histórico. A pandemia deixou as pessoas ainda mais vulneráveis. E é bom sempre poder olhar para esse público com vontade de ajudar. Comunidades são feitas de pessoas para pessoas, principalmente para as que mais precisam”, disse.

Agraciados

Mas quem recebeu as doações? Foram duas comunidades carentes de Fortaleza: Poço da Draga e Titanzinho. Já o projeto social que recebeu as cestas para repassar a outras pessoas foi o “Ser Ponte”. Para cada destinatário, foram doadas 24 cestas.

Terceira edição

Erra quem pensa que foi a primeira doação. Essa, na verdade, já é a terceira edição. A primeira aconteceu em dezembro de 2020, momento tocado principalmente devido às complicações da pandemia de covid-19. Já a segunda vez foi realizada neste ano. E agora, para fechar, a terceira vez.

Resgate histórico

Tudo começou quando Camila Forte, que é líder da comunidade Rapadura Valley, recebeu uma sugestão de Jorge Moraes, que é CEO da LabPacs, para realizarem uma ação social. Isso em 2020, quando a pandemia alcançava números altíssimos de internações e óbitos. Juntos, eles montaram a ideia e divulgaram no grupo de WhatsApp do Rapadura. De cara, conseguiram bater a meta que era de 48 doações. Mas conseguiram arrecadar, ao todo, 73 cestas básicas.

A ideia era de fortalecer o papel social da comunidade. “A comunidade de startups, além do impacto econômico e financeiro, tem um forte papel social. Queremos deixar isso cada vez mais forte. Por isso, estamos criando o grupo Rapadura Valley Social (para fazer parte, clique aqui) onde ações como essas serão cada vez mais intensas, sempre com o objetivo maior de ajudar o próximo”, explicou Camila.

Hayanne Narlla

Jornalista cearense. Amante do sol e do mar, cultiva o hábito de escrever sobre a vida nos detalhes mais rotineiros. Movida por novos desafios e curiosa desde a infância, gosta de aprender sobre inovações e empreendedorismo. Nas horas livres, reflete e teoriza sobre o universo da música e do cinema. Acredita que é preciso ser útil e deixar rasto.

Posts relacionados

Newsletter

Rapadura Tech

Cadastre-se e receba, todas às sextas, um resumo do que foi destaque na semana sobre Tecnologia, Empreendedorismo e Negócios.