in ,

Startup brasileira que precifica grãos fecha acordo com bolsa de valores de Chicago

Uma agtech criada em Uberaba fechou um acordo inédito com a Bolsa de Valores de Chicago e oferecerá a opção de precificação no mercado físico de grãos com base na derivação em tempo real das cotações de commodities agrícolas na CBOT. Cálculo dos preços finais em tempo real para produtos como soja e milho.

Para isso, o sistema leva em consideração diversos aspectos logísticos, a destinação dos cereais, a regionalização, o perfil das concessionárias e diversos outros aspectos para se chegar a uma precificação totalmente parametrizada, automática e personalizada para cada fazenda, produtor rural ou armazém. “Os produtores rurais qualificados podem acompanhar em tempo real os preços do mercado físico disponibilizados pelos compradores que utilizam este nosso novo serviço.

“Estamos efetivamente aproximando o mercado financeiro do mercado físico, e com essas imensas novas oportunidades surgem.”, afirma o CEO da Grão Direto, Alexandre Borges. “Essa combinação de agricultura, tecnologia, mercado financeiro, logística e tantas outras variáveis ​​é um diferencial.

Para a CME, este contrato é uma oportunidade de oferecer suporte a clientes globais. “Estamos muito satisfeitos que os dados do mercado de commodities líderes do CME Group estejam alimentando esta ferramenta inovadora para os usuários do mercado brasileiro de grãos”, disse Trey Berre, chefe global de serviços de dados do CME Group.

Os preços do mercado de commodities podem mudar em segundos em um dia de negociação, portanto, as informações em tempo real do CME Group são uma variável essencial para o cálculo de preços no mercado físico.

Fonte: Agrolink

Rapaduratech

Escrito por Rapaduratech