Fim do papel moeda? Entenda o Yuan Digital e como ele pode mudar o mundo

 Fim do papel moeda? Entenda o Yuan Digital e como ele pode mudar o mundo

Cerca de mil anos atrás, quando o dinheiro era composto de moedas apenas, Pequim foi responsável pela criação do papel moeda. Hoje, Pequim novamente está nos holofotes quando o assunto é dinheiro, mas agora é hora de voltar as moedas, mais especificamente as criptomoedas.

Existem 2 situações nas quais estamos vivendo que parou de serem segredo, hoje ambas estão nos holofotes. São elas, as criptomoedas e a ascensão da China como potência mundial. Com o bitcoin chegando ao valor de R$ 360 mil e as projeções indicando que o país asiático deve passar os Estados Unidos em 2028 como maior economia do mundo, precisamos entender que o capitalismo está mudando.

China cria o Yuan digital

Se você buscar por “moeda da China” no Google, irá se deparar com a conversão de Real para Renminbi. Então porque Yuan digital? A palavra Yuan é uma unidade de conta já o Renmimbi é o nome da moeda oficial, com isso, você diz “o preço é 10 yuans” já quando falamos de valorização o correto é “o renmimbi valorizou”. 

Confuso? Um pouco, mas podemos fazer uma pequena comparação com o Reino Unido, por lá a Libra Esterlina é a moeda oficial, em inglês o termo é sterling, mas ao falar em unidade de conta se fala, pound (libra).

Tendo isso em mente, vamos ao Yuan digital.  

O que diferencia o Yuan digital se comparada a uma criptomoeda?

Quem conhece o mercado cripto sabe bem que podemos classificar como um mercado descentralizado, onde a segurança é você mesmo.

Isso causa a existência de carteiras de investimento em cripto perdidas, porque perderam os pen drives nos quais estavam as criptos ou até mesmo vieram a falecer, sem deixar a senha com alguém próximo. 

Pode soar assustador, mas é um preço que se paga por um mercado tão promissor. 

Apesar do mercado de criptomoedas ser proibido na China, a tecnologia blockchain chamou muita atenção do Governo. 

Isso resultou com o Banco Central de Pequim criando sua moeda digital e selecionando 100 mil pessoas para a fase de experimentação. Essas pessoas passaram a conviver com dinheiro físico e digital. 

Na segunda parte do processo o Banco Central distribui valores de Yuan digital para os seis maiores bancos comerciais estatais do país. Com isso os bancos redistribuem esses valores em bancos menores e empresas, exemplo o WeChat (WhatsApp Chinês). 

Nesse momento o povo chinês pode fazer transações digitais “sem intermediários”. Na verdade o Yuan digital possui o maior intermediário de todos, o Banco Central. Com isso o anonimato das criptomoedas se foi, pelo menos na China. 

O que os Estados Unidos pensam do Yuan Digital?

A relação China-Estados Unidos não foi das mais saudáveis nos últimos anos. Duras críticas e acusações foram deferidas ao Governo Chines por parte do ex-presidente Donald Trump.

Hoje a situação começa a amenizar, porém o Tio Sam não quer deixar de ser a maior economia do mundo. A equipe do atual presidente Joe Biden tem monitorado a questão do Yuan digital. A preocupação maior se deve ao medo de um possível contorno de sanções por parte da China, afetando o Dólar como moeda global

Aposto que você se imaginou utilizando o Yuan Digital nas transações internacionais. Será que isso iria agilizar a compra de  produtos da China?!

Tanto o Tesouro americano, quanto o Pentágono e o Conselho de Segurança Nacional estão de olho no projeto de moeda digital do Banco Central da China (CBDC) e, até mesmo, no sistema de pagamento dessa moeda (DCEP).

O futuro é hoje

Fato é, se nossos pais e avós cresceram em um mundo onde se poderia “ignorar” a China, hoje nós não temos esse “luxo”. O país que foi por muito tempo a fábrica do mundo hoje dita as regras de como o mercado se comporta.

A China é o futuro e sabe disso. Se hoje você fala inglês talvez seja uma boa ideia começar a aprender o mandarim. 

Quanto ao mercado de cripto ativos, passou da hora de investir nas moedas digitais, elas são o dinheiro do futuro. Empresas têm se consolidado graças às criptomoedas e o mercado no Brasil só cresce. 

O futuro é hoje! Precisamos aproveitar as oportunidades.  

 

Flávio Carneiro

Engenheiro de Computação apaixonado por Tecnologia e Rapadura desde criança, uniu os dois e criou o Rapadura Tech para fomentar o ecossistema de empreendedorismo e tecnologia. Atualmente lidera um time de desenvolvimento e marketing no Insight Lab. É usuário ativo do Telegram e entusiasta de Inovações e Marketing Digital.

Posts relacionados