Veja como criar salas de áudio no Telegram semelhantes ao Clubhouse

 Veja como criar salas de áudio no Telegram semelhantes ao Clubhouse

(Imagem: William Krause/Unsplash)

Nas últimas semanas, o Clubhouse tem sido protagonista da maioria das notícias relacionadas às redes sociais. Sendo que, mesmo sem ter trazido uma grande inovação, como explicamos em nosso artigo que apresentou os gatilhos ocultos do Clubhouse, o conceito de salas de áudio parece ser crucial para esse sucesso. E o Telegram provavelmente compartilha dessa opinião.

Isso porque, agora, o aplicativo também permite a criação dessas salas. Mas será que isso levará o mensageiro a ter o mesmo êxito que o Clubhouse em relação a essa funcionalidade?

Obviamente, é impossível garantir algo nesse sentido. De qualquer forma, vale a pena aprender a criar salas de áudio no Telegram e saber quais possibilidades elas oferecem.

Confira abaixo os principais detalhes sobre esse assunto!

Passo a passo para criar salas de áudio no Telegram

A opção de criar salas de áudio no Telegram está dentro dos grupos. Logo, inicialmente, apenas pessoas que administram grupos podem criá-las. Sendo que o passo a passo é bastante simples. Veja abaixo a sequência de ações que devem ser feitas para criar uma sala:

  1. Clicar em cima do nome de um grupo do qual você é administrador;
  2. Clicar nos 3 pontinhos que aparecem na parte superior direita da tela; e
  3. Escolher a opção “Iniciar Chat de Voz”.

Pronto, com essas 3 ações simples você já criou a sua própria sala de áudio no Telegram. Feito isso, é possível, por exemplo:

  • Convidar outras pessoas para participar da sua sala;
  • Definir quem vai poder falar (e quem poderá apenas ouvir os áudios); e
  • Enviar os seus áudios e escutar aqueles enviados pelos outros participantes da sala.

Não tem nenhum segredo ou uma grande inovação. Na verdade, o conceito é exatamente igual ao do Clubhouse. Porém, atualmente, há um grande diferencial em relação à utilização das salas de áudio no Telegram.

O grande diferencial das salas de áudio do Telegram em relação ao Clubhouse

O sucesso do Clubhouse é inegável. Porém, como não poderia deixar ser, ele não é unanimidade. E o aspecto sobre essa rede social que mais divide opiniões é o fato de, pelo menos por enquanto, ela estar acessível apenas para pessoas que possuem um dispositivo com sistema operacional iOS.

E as críticas nesse sentido são totalmente compreensíveis. Até porque, no caso do Brasil, por exemplo, segundo o que sugerem algumas pesquisas, o número de usuários do sistema Android é muito maior do que o de pessoas que utilizam o iOS.

Dessa forma, como o Telegram – e a sua funcionalidade de salas de áudio – está disponível para dispositivos com ambos os sistemas operacionais, é natural que muitas pessoas tenham sua primeira experiência em relação às salas de áudio por meio do aplicativo.

Com isso, é pouco provável que, quando – e se – o Clubhouse lançar uma versão para Android, haja um interesse tão grande do público em “abandonar” as salas de áudio do Telegram.

Naturalmente, analisar essa questão envolve a realização de suposições que podem não se concretizar. Por enquanto, o que parece ser possível afirmar é que o Telegram, mais uma vez, tomou uma decisão acertada ao disponibilizar uma funcionalidade que está totalmente alinhada a um conceito que vem fazendo muito sucesso atualmente.

E esse tem sido um dos principais méritos do mensageiro nos últimos tempos. Até porque, em um cenário no qual a tecnologia está diariamente colocando inovações à disposição do público, parece ser muito inteligente tentar sempre oferecer os recursos que estão gerando os melhores resultados no momento.

Conclusão

Especialmente pelo fato de já estarem disponíveis também para dispositivos com sistema operacional Android, a expectativa em relação às salas de áudio do Telegram é bastante positiva. Contudo, inclusive em relação ao próprio Clubhouse, há muitas incertezas sobre a longevidade do sucesso desse formato de interação. Só o tempo nos trará respostas concretas.

E você, o que achou do fato de o Telegram ter “copiado” o conceito do Clubhouse?

Alex Castro Pinho

Tecnólogo em Marketing Digital, Copywriter e Punter. Entusiasta do Home Office, do trabalho freelancer e de quaisquer ferramentas e recursos tecnológicos que, por meio da inovação e da praticidade, gerem relações de valor e/ou otimizem a rotina e a produtividade de profissionais das mais variadas áreas. Apaixonado por futebol (CRVG), Marketing e música eletrônica.

Posts relacionados