A compra de bitcoins pelo Telegram já é uma realidade: veja como

 A compra de bitcoins pelo Telegram já é uma realidade: veja como

A compra de bitcoins já é uma realidade atual por meio do Telegram. Como resultado, o usuário vai poder fazer transações de forma fácil e rápida. Agora, vale destacar os detalhes desse novo momento e como fazer os negócios.

Você sabe o que são bitcoins?

São como se fossem moedas, disponíveis só dentro da internet para uso. Ou seja, ninguém jamais verá esse tipo de dinheiro em formato físico, já que ele só existe dentro da rede.

Essa criptomoeda também se caracteriza por ter um limite de produção e também por ser descentralizada. Assim, ela não necessita ser regulamentada por nenhum governo e nem é preciso ter um intermediário para fazer as transações.

Para que servem?

Na prática, o seu uso não muda em relação às outras moedas que todos conhecem. Então, dá para fazer qualquer compra usando esse tipo de dinheiro. Por exemplo, produtos, serviços e itens em jogos eletrônicos.

Toda a compra de bitcoins pode ser feita em corretoras especializadas e sua própria rede, com o nome de Blockchain, que inclusive é a tecnologia por trás do bitcoin. 

Acima de tudo, ela funciona como um grande banco de dados que registra toda compra e venda da criptomoeda. Ainda, as transações são protegidas por criptografia e todas as informações são conectadas umas às outras.

Mesmo com todos esses pontos, vale dizer que o anonimato predomina sobre essas ações. Por fim, as aquisições feitas são validadas e registradas em blocos, o que impede a fraude.

O Telegram

Para quem não sabe, o Telegram é um aplicativo de mensagens instantâneas, concorrente do WhatsApp. A princípio, ele nasceu em 2013 por meio dos irmãos Pavel e Nikolai Durov. Com ele, o usuário tem estas funções ao seu dispor:

  • Canais com número ilimitado de participantes;
  • Grupos com até 200 mil participantes;
  • Nuvem ilimitada;
  • Chamadas de vídeos e áudio em grupo.

Vale dizer que o Telegram disponibiliza o código-fonte dos seus apps, enquanto que o código do servidor permanece fechado. Por fim, ele ainda pode ser acessado de forma independente em smartphones, tablets e computadores.

Quem foi a rede pioneira no uso de bitcoins?

A compra de bitcoins é uma novidade, sem dúvida, mas o Telegram não é o primeiro. Nesse caso, a rede social a permitir transações com criptomoedas foi o Twitter. Dessa forma, o microblog comprado por Elon Musk tem esse recurso desde o ano passado.

Na ocasião, tornou-se possível dar gorjetas para criadores de conteúdo com a moeda digital. Assim, toda a operação era feita por meio da Lightning Network, plataforma que viabiliza a compra e venda.

Foto: A compra de bitcoins via Telegram é um processo simples e rápido

Fundação TON e a compra de bitcoins

A Fundação TON nasceu como Open Network por iniciativa do Telegram, no ano de 2018. Antes de mais nada, a ideia era trabalhar com Toincoin dentro do aplicativo. Porém, a empresa largou o projeto após uma batalha judicial com a SEC dos EUA.

O que ocorreu depois disso partiu da ação dos membros da Open Network. Assim, eles criaram a Fundação TON para manter esse projeto vivo para operar com criptomoedas.

Qual o objetivo da instituição?

Em geral, o objetivo dessa fundação é se aproveitar do uso da plataforma de mensagens. Ou seja, elevar a utilização com foco em comunidades que tenham carência na parte das finanças.

Com isso, ela espera formar parcerias estratégicas com todas essas regiões para revolucionar os mercados de criptomoedas emergentes. Por fim, vale lembrar que mesmo após a questão judicial o Telegram seguiu dando suporte para o recurso.

Como realizar a compra de Bitcoins e Toncoin pelo Telegram?

Para fazer a compra, o usuário pode optar pelo bot dentro do próprio mensageiro. A princípio, basta buscar por “@wallet” que é o nome do robô. Ainda assim, pode surgir mais de uma opção, porém o legítimo possui um selo de verificação.

A partir daí, é só tocar nele e abrir como se fosse uma janela de conversa comum. Em seguida, o usuário deve tocar na opção de “Início” para poder começar a usar o bot para comprar as moedas digitais.

Mais simples do que parece

Antes de mais nada, você deve selecionar o idioma no qual deseja usar o recurso. Entretanto, saiba que não há como selecionar o português.

Mesmo assim, não deve ser um grande empecilho para que possa realizar suas transações. Assim, ele mostra opções para acessar sua carteira, configurações e algumas outras opções.

Na prática, o que se deve fazer é escolher a moeda que vai usar para comprar. Em seguida, o app vai te redirecionar para uma página que processa os pagamentos, localizada na Estônia.

A compra de bitcoins é uma tendência entre os aplicativos

Como deu para notar, o Telegram é mais um dos aplicativos a aderir às criptomoedas. A princípio, isso mostra uma tendência que está sendo seguida por muitos programas e até estabelecimentos.

Em geral, esse tipo de moeda digital é seguro e com transações feitas no anonimato. Além disso, ela é descentralizada e muitos veem nela uma chance de fazer novos investimentos.

Fazer a compra de forma fácil e prática também faz a diferença para o aplicativo. Ainda mais, se levar em conta o objetivo da Fundação TON. Dessa forma, é questão de tempo até que mais aplicações façam uso de recursos como esse.

Diego Dias

Posts relacionados

Newsletter

Rapadura Tech

Cadastre-se e receba, todas às sextas, um resumo do que foi destaque na semana sobre Tecnologia, Empreendedorismo e Negócios.