Vale a pena investir em NFT? Artista cearense já faturou mais de R$ 100 mil

 Vale a pena investir em NFT? Artista cearense já faturou mais de R$ 100 mil

(Imagem: Divulgação)

Imagine um negócio que movimenta US$ 17,7 bilhões (dólares) em um ano? Essa foi a estimativa de investimentos em NFTs (token não fungível) em 2021, segundo levantamento da Exame.

O mercado cripto viu dezenas de NFTs serem negociados por mais de US$ 1 milhão ao longo do ano. Teve venda de token não fungível por US$ 70 milhões no início do ano, teve leilão realizado na Christie’s e que chocou o mundo da arte. 

Mas será que vale a pena investir? Recentemente, uma agência de notícias já informou que vai disponibilizar suas fotos para venda como NFT. Em 2021, marcas consagradas, games desejados e artistas famosos também resolveram entrar no mercado. Então, está mais que na hora de se lançar nessa oportunidade.

Faturou R$ 100 mil

O cearense Renancio Monte é um exemplo de quem faturou ao entrar na onda. Morando no interior do Ceará, município de Varjota, o artista digital resolveu investir pesado em NFTs após pedir a namorada em casamento. E lucrou R$ 100 mil.

Intitulado Coleção Crypto Legends, projeto do cearense Renancio Monte tem levado o conhecimento do Folclore nacional para outras praças. (Imagem: Divulgação)

“No início de 2020, pedi minha namorada em casamento. Depois disso, começou um certo desespero para juntar dinheiro para casamento e casa. A partir daí fui em busca de maneiras alternativas de ganhar um dinheiro e foi onde conheci o NFT e o quanto o assunto era promissor”, contou.

O artista autodidata desenhou personagens do folclore brasileiro. Ao pesquisar sobre o NFT, ele percebeu que havia muita coisa semelhante e resolveu arriscar em algo diferente. “Tentei fazer algo diferente falando sobre algo que tenho propriedade. Apliquei o meu conceito nos personagens e felizmente deu muito certo. Pessoas de várias partes do mundo se apaixonaram pelas histórias e personagens”.

Vale a pena investir?

Renancio está há quase 1 ano atuando no mercado, e o lucro de seu projeto Crypto Legends ultrapassou os R$ 100 mil. “Quem não aproveitar esse início pode se arrepender no futuro. Ainda existe muita desinformação que acaba confundindo muitas pessoas e as impedindo de ingressar. Mas, aos poucos, tudo vai se esclarecendo e vai sendo possível enxergar o quanto NFT é uma alternativa revolucionária principalmente para artistas digitais”.

Exposição Virtual do Crypto Legends.

Mas calma que é preciso estudar o mercado antes de pular de cabeça. Renancio também dá a dica: “Como investidor, você primeiro precisa entender sobre criptomoedas, corretoras e carteiras digitais. Depois, escolher qual artista vai querer investir e saber qual moeda o marketplace que ele está anunciando usa. Agora basta converter para a moeda aceitável e fazer o seu investimento”.

Mas o que é NFT?

Significa transformar o objeto, trabalho ou título (físico ou digital) em algo único: NFT – “non fungible token” (token não fungível). Trata-se de um selo digital associado a um item com garantia de sua autenticidade.

Para resumir: NFTs são tokens gerados a partir de uma blockchain e servem para dar a um item específico uma espécie de identidade única, como um selo oficial de item raro. E para ser NFT não precisa ser algo raro, pode ser qualquer coisa. Qualquer coisa mesmo: de meme ou vídeo cortado de algum jogo de futebol à obras de arte moderna. 

E poder ter muita coisa aleatória também. Mas por que os valores são tão altos?

Basicamente, porque o arquivo digital comprado é original e único.

Agora, você vai aproveitar e colocar o seu talento para vender nesse mercado? 

Hayanne Narlla

Jornalista cearense. Amante do sol e do mar, cultiva o hábito de escrever sobre a vida nos detalhes mais rotineiros. Movida por novos desafios e curiosa desde a infância, gosta de aprender sobre inovações e empreendedorismo. Nas horas livres, reflete e teoriza sobre o universo da música e do cinema. Acredita que é preciso ser útil e deixar rasto.

Posts relacionados

Newsletter

Rapadura Tech

Cadastre-se e receba, todas às sextas, um resumo do que foi destaque na semana sobre Tecnologia, Empreendedorismo e Negócios.